Sabores do Campo até a mesa: produção de queijos artesanais ganha espaço em Campo Alegre

queijaria sabores do campo

Campo Alegre é privilegiada quando o assunto é qualidade de vida. Entre as muitas vantagens que a cidade oferece, aqui, pode-se encontrar uma vasta gastronômia e variedade de produtos coloniais. O queijo é um dos produtos que tem ganhado cada vez mais espaço no município. Aqui se produz queijos de ovelha, de cabra e de gado.

O queijo de gado, nos seus mais variados típos é o mais jovem dessa produção. A queijeira Sheila Carneiro, filha de produtores de leite, não sabia o que fazer com o leite que sobrou há mais de um ano com a greve dos caminhoneiros. Com auxilio de sua mãe transformou tudo em queijo, para não perder a iguaria. A produção vendeu e fez surgir na pequena empreendedora o desejo de fabricar queijo, visto que ela buscava um investiento para ficar no campo, financiado pelo projeto Jovens Rurais, em parceria com a Epagri -SC e o Banco Mundial.

Hoje Sheila tem sua própria queijaria, aberta todos os dias ao publico, na localidade do Faxinal,  Estrada da Avenquinha. Com o nome de Sabores do Campo, a queijaria oferece mais de 7 tipos de queijos frescos e derivados, como o doce de leite. E as balas de soro. O preço do quilo do queijo varia de R$ 13,00 a R$ 45,00. “Eu vendo cerca de 40 quilos de queijo por semana, para clientes de diversos lugares”, revela a fabricante e proprietária, que já recebeu turistas até mesmo de for a do País.

sabores-do-campo

O queijo é um dos produtos lácteos mais utilizados em todo o mundo.

O queijo é um produto lácteo concentrado feito a partir da coagulação do leite e é consumido como parte da dieta humana há milhares de anos. Assim como o leite, o iogurte e outros produtos lácteos, o queijo é naturalmente rico em muitos nutrientes, incluindo cálcio, fósforo, proteínas, vitaminas lipossolúveis e vitaminas B. Vários diferentes tipos de queijos estão disponíveis no mercado e este é um dos alimentos mais versáteis, econômicos e nutritivos consumidos em nossa dieta.

Produção

Os princípios básicos envolvidos na fabricação de queijos são os mesmos há mais de 1000 anos. O leite é primeiramente tratado com calor para matar bactérias nocivas que podem estar presentes. Culturas starter de bactérias especiais são, então, adicionadas ao leite e seu crescimento “matura”, e isso ajuda a desenvolver os sabores e aromas desejados.

queijos
O leite sofre, então, coagulação enzimática, levando à formação de coalhada e soro. A coalhada e o soro são aquecidos a altas temperaturas e é adicionado sal ao produto para corrigir a textura e o sabor. O queijo é, então, prensado para haver a saída do soro e para lhe dar a forma final. O queijo é, então, deixado para maturar e, quanto mais tempo for deixado em armazenamento, mais maduro será seu sabor.

queijos
Os queijos cremosos são feitos a partir de leite tratado com calor que é fermentado pelo uso de bactérias específicas. Às vezes são usados complexos enzimáticos artificiais para produzir uma textura mais firme.
Os queijos frescos estão prontos para serem consumidos assim que o processo de fabricação acaba, mas os queijos maturados precisam ficar por um período determinado em salas com temperatura e umidade controladas.

 

Veja também: Kochkäse: queijo ainda é produzido artesanalmente

 

Você pode gostar...